Luto

CAPA LUTO rszO álbum Luto, sucessor de Dono do Mundo, foi gravado com muita emoção, após a morte do líder e antigo vocalista, João Ribas, a quem dedicam todas as músicas.
Luto, que, segundo os Tara Perdida pode ser entendido também como uma conjugação do verbo “lutar”, de uma banda que tenta sobreviver à morte de um músico, tem temas como “Histórias de silêncio”, “Um dia de cada vez” e “Até ao fim”, música que foi escrita um mês depois da morte de Ribas.
Com produção de Mário Barreiros, Luto apresenta ainda um novo vocalista nos Tara Perdida, Tiago Afonso.
Apesar da imagem gráfica ser em tons de negro, com um recorte de um caixão na capa e a fotografia de João Ribas no “booklet”, os Tara Perdida sublinham que este é um disco solar, de renascimento da banda.

Dono do Mundo

Dono do Mundo” é o 7.º registo de originais e o sucessor de “Nada a esconder”, lançado em 2008. Este novo álbum do quinteto lisboeta inclui 13 temas, um dos quais instrumental. Conta igualmente com a participação especial de Tim (Xutos e Pontapés) e Rui Almeida (pianista João Pedro Pais) no tema “Lisboa”. O novo trabalho foi produzido por Tara Perdida e João Martins. Os Tara Perdida voltam novamente à carga com um novo fôlego e com grandes e poderosos temas que solidificam a relevância e a importância da banda no panorama rock nacional. Em 2010 a banda comemorou os 15 anos de actividade (1995-2010). Neste momento vão a caminho dos 20 anos de carreira e contam com centenas de concertos no currículo: 6 discos de originais e 1 DVD ao vivo, que os tornam numa verdadeira instituição do punk-rock nacional. Ao longo de todo este período souberam sempre manter-se fiéis ao espírito punk-rock e conseguiram aumentar a sua sólida legião de seguidores, que é já neste momento uma audiência transgeracional.

Os Tara Perdida são: João Ribas – voz, Rui Costa “Ruka” – guitarra/coros, Tiago Silva “Ganso” – guitarra/coros, Nuno Espírito Santo – baixo, Pedro Rosário “Kistos” – bateria.

Alinhamento (CD; Digital): 1. O que é que eu faço aqui?; 2. Mensagem; 3. Segredo; 4. Entender o futuro; 5. O Fim; 6. Onde tudo acaba; 7. Lisboa; 8. Quem quer confessar; 9. O Caos está instalado; 10. Dono do Mundo; 11. Psicopata infernal; 12. A Ponte; 13. Não depende de mim.

Chuta Ronaldo!

imagesMusica de tributo a Cristiano Ronaldo, o melhor futebolista do Mundo.No seguimento do tributo aos Peste e Sida no tema Chuta Cavalo, surge Chuta Ronaldo , um tema de apoio a Cristiano Ronaldo e  à selecção.

Tara Perdida Tributo

Tema de tributo aos Peste e Sida Chuta Cavaloimage006

Nada a Esconder

nada a esconder«Nada A Esconder» é um espelho da maturidade e experiência que o colectivo foi acumulando ao longo de uma carreira que já ultrapassa a marca dos 10 anos. Da urgência punk rock de «Cidade (Insanidade)» ou «Pernas Pró Ar» ao experimentalismo de «A Porta (Dias Que Vêm Lá)», o grupo assina o seu registo mais diverso, completo e acessível de sempre. Depois, em canções como o single «Sentimento Ingénuo» ou «Memórias (Não Há Nada A Fazer)», há espaço também para a sensibilidade melódica e para os refrões orelhudos que tornaram o colectivo lisboeta famoso.
Numa altura em que a palavra “culto” é facilmente confundida com a quantidade de ficheiros mp3 armazenados no disco rígido de um computador ou de “amigos” numa conta de MySpace, os Tara Perdida mostram que ainda é possível construir uma carreira tendo como base a lealdade dos seus seguidores e a relação de proximidade que mantêm com eles.

É Incrivel (DVD)

é incrivelDVD “É incrivel” filmado ao vivo no Incrivel Almadense, brevemente disponivel para visualização no website oficial.

Lambe-Botas

lambe botasQuarto álbum dos Tara perdida, um disco onde a banda manteve a estrutura de composição do álbum anterior, mas foi buscar alguma da essência presente nos dois primeiros álbuns, experimentando também alguns ambientes novos. Neste trabalho é também notório as várias influências musicais partilhadas pelos músicos, que se conjugam na diversidade do som presente, fazendo que cada musica seja única, embora esteja sempre presente o estilo que vem caracterizando os Tara desde há treze anos.

Tara Perdida – Rock N’ Riots

Colectãnia “Rock in Riots”. Gravado em 2004 Tara Perdida com os temas Não Vou Mentir e Desalinhado29fc513423ab2c95ecd8d515f3cabc08_full

É Assim

é assimTerceiro álbum dos Tara. É o disco com que os Tara Perdida mais se identificam, visto ter sido escrito e composto unicamente pela banda e onde esta teve uma preocupação especial em atingir a sonoridade que realmente a definisse. É um trabalho onde novas ideias e formas de compor surgem, fruto do crescimento individual e das mudanças efectuadas no alinhamento, onde as letras reflectem intimamente a maneira da banda sentir e ver o mundo. Com malhas poderosas, entoadas com alma e melodicamente bem construídas, este é um disco que se sente desde o principio ao fim.

Só Não Vê Quem Não Quer

so nao ve quem nao querSegundo álbum dos Tara. É um disco onde a banda teve, na maioria das musicas, colaboração de amigos no que conta à escrita das letras, o que contribuiu para a diversidade de maneiras de pensar e dizer as coisas presentes no álbum. Com temas bastantes fortes onde a crítica social e os problemas mundanos são focados de uma maneira directa, este álbum é sequência natural do anterior onde é notório um certo crescimento e uma linha mais definida do qual o som que a banda queria ter.

Tara Perdida – Caos em Portugal

Colectânea  “Caos em Portugal” gravado em 1996. Tara Perdida com o tema Straight to Hell caos em portugal

Tara Perdida

tara perdidaPrimeiro álbum dos Tara. É um disco nú e crú, sem papas na língua onde a banda se exprime sem complexos e onde as influências de todos os membros da banda se fazem notar dando ao álbum um cariz socialmente irreverente com um espírito brincalhão, notório em algumas das musicas. Dado a ser um trabalho inicial e a banda ser ainda um pouco recente foram feitas algumas experiências como são exemplo as duas músicas em inglês. Em suma é um disco divertido e descontraído com temas bem rasgados bem ao estilo do punk/hardcore portuga.

  • Facebook
  • MySpace
  • Twitter
  • YouTube